domingo, 16 de janeiro de 2011

Segredo

Lá vai ela com os seus passos delicados pelo asfalto molhado. Pula poças fazendo o cabelo balançar dentro do laço feito com cuidado.
Para ao passar por baixo da sacada que lhe arranca suspiros.
- A casa dele. – é como ela chama.
- Dele quem? – perguntam-lhe em desatino.
- Do meu segredo. – é o que diz entre sorrisos.
Ergue o olhar, e seus os olhos iluminam-se. Não se sabe se a culpada é a lua ou se é o segredo escondido atrás da sacada vazia.
O vento chega, cumprimenta a menina, e brincalhão como só ele sabe ser, desata o laço e o leva para o alto. O laço sibila enquanto sobe ao encontro da sacada arrancadora de suspiros. A menina o observa, gostava tanto daquele laço... Mas tudo bem, ela não se importa. Ele está no lugar certo.
- Além de tomar pra si o meu pobre coração, também lhe agrada os meus laços. – diz baixinho para si mesma. E vai embora, cheia de suspiros, sorrisos e segredos.

3 comentários:

Tay disse...

Estou encantada com o seu modo de escrever. Mesmo!
E estou aqui falando como professora...
É uma escrita leve e que flui, que desenha mesmo, como uma criança que possuindo os lápis coloridos vai traçando aqui e ali e no fim está pronto o desenho!
Achei lindo o texto, 'além de tomar para si meu coração, também lhe agrada os meus laços'...
Estou presa, pode apostar!!

Parabéns por sua escrita.

Caroline Araújo disse...

As suas palavras transbordam de uma beleza e suavidade genuína a cada nova linha. A sua descrição é incrível e rica, fazendo-nos submergir totalmente no escrito.
Grande beijo, parabéns pelo lindo dom.

Elania disse...

Que fofo *-*. Mas a garota, me pareceu uma menininha fofa com seu modo de escrever...
Lindo :)