quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Amém



Já não lembro o que eu tinha antes de você chegar. O que sei é que depois de você o mundo tomou um outro rumo, e todas as suas cores avivaram-se de uma só vez. E foi tudo tão natural, produto do acaso, talvez.

Já não sei como falar de amor e não lembrar de você. Dos teus olhos calmos pousados nos meus até que esses desviem; dos gestos tênues que me arrancam suspiros intermináveis; dos beijos únicos que me embalam - abalam, e ainda me causam aquele burburinho em algum lugar aqui dentro; das palavras doces que se eternizam eternizando essa união.

Então me vejo assim, perdida entre seus dentes quando sorri; seus olhares quando me invadem; suas palavras quando me beijam; seus carinhos quando me entorpecem ao ponto de fazer todas as outras coisas perderem o sentido. E não há outro modo de chamá-lo a não ser de amor - esse que me faz sentir; esse que você é pra mim.  

E depois de tantas palavras provocadas por você, aquelas três são as maiores que encontro para tentar fazer tanta coisa caber em tão pouco. Sei que tudo não pode ser expresso desse jeito, porque tudo na verdade cabe nesse nosso sentir mudo. De todo o modo, deixo entre essas palavras tão suas um eu te amo agigantado por esse sentir desmedido. 

11 comentários:

Marcelo" disse...

- Palavras tão nossas quanto o nosso 'pequeno' infinito;

- Meu amor, hoje passei um bom tempo te observando equanto sentia sua respiração em meu pescoço e mais uma vez eu tive aquela sensação... "Meu Deus, sou o cara mais sortudo do mundo... ela me ama" ...

- Amor, estou sempre te agradecendo por tudo o que voce faz por mim, todas as pequenas e grandes coisas que você sempre faz pra me deixar sempre feliz, para que eu me sinta sempre alguem especial;

- Você, mais do que ningue, sabe que não goosto de me expressar por meio do blog, mas eu quero que você sempre saiba que eu te amo muito e quero por em pratica todos os nossos planos e projetos para o futuro.

Maiara Bomfim, Je T'aime, plus que ma propre vie.

J. Ríos disse...

"De todo o modo, deixo entre essas palavras tão suas um eu te amo agigantado por esse sentir desmedido."...Realmente uma declaração!

Abraços

psrecuerdame.blogspot.com

Jaynne Santos disse...

Querida e doce Mai, estou muito feliz pela sua vivência nessas palavras todas. Por cada real sentimento que elas trazem, com um peso de infinito, de perpetuidade, de chama que não se apaga, de amor...

Essas palavras tão bem conhecidas, tão ao mesmo tempo mutáveis. Tão suas, agora tão minhas, tão simultâneas as vivências de cada um, os motivos de conceituação que cada um possui, são de qualquer forma meios de decifrar-nos. Não deixam de serem únicas, não deixam de transbordarem o mesmo sentimento inexplicável para todos, não deixam de ser o seu eu.

Ler-te é ler-me com suas palavras.
Beijos e volto quando possível.

Ewerton[Thon] disse...

Nossa que belo texto. Tão profundo. Mexeu tanto comigo. Parabéns. É a primeira vez que venho aqui e voltei com certeza.

Nayara disse...

Nossa, que palavras mais lindas, transmitem-nos tanto sentimento, que se percebe o quão verdadeiras são elas.
"Já não sei como falar de amor e não lembrar de você"
Realmente, quando amamos alguém, qualquer palavra que lembre amor, nos faz lembrar a pessoa amada.
Amei o texto, muito lindo!

Minne disse...

Lindo como sempre, Maiara. É aquele momento onde sentimos que o sorriso dele é o nosso, as lágrimas também. Tudo compartilhado, unido, fundido. As palavras nos fogem, justamente quando são necessárias, mas é realmente complicado explicar uma coisa tão extensa com elas, é difícil.Mas olha só as tentativas resultam nisso, e são lindas de se ler, muito lindas.

Maahry! disse...

Que texto hein?
É de tirar o fôlego, amei, amei..
Que Blog doce esse seu. Parabéns!
Seguindo-te, convido-te a visitar o meu, se gostar segue?
Bjoo...♥

Jhenyffer Andrade disse...

Um amor verdadeiro. inexplicável e lindo.
Gostei;
Abraços.

Mero Esmero disse...

Raras são as demonstrações de afeto nesse mundo tão artificial. A congratulo por tamanha capacidade de ainda manter viva a doce e intensa declaração de amor dotada de tanta verdade e sentimento.

Parabéns a ti e ao teu amor por um sentimento tão pleno!

Fraterno Abraço!

Caroline Araújo disse...

Mai, o seu talento não é nenhuma novidade para mim, mas raridade é sim! Pois conseguir encaixar o amor em palavras tão sutis sem reprimi-lo, mas pelo contrário, dando-o todo o espaço do mundo é no mínimo encantador; é magnífico. Amar a sua escrita é fácil e agradável diante de tanta beleza, e isso eu te digo quase todas as vezes que aqui venho... A doçura das suas palavras faz-me recordar os dias que estive por aqui e, tendo um tempo cruel e ligeiro, saí sem poder dizer-te o quanto a sua escrita ilumina os dias, a alma. Parabéns, minha querida, por deixar esse dom iluminar também as Entrelinhas.
Fique com Deus, grande beijo.

Raíssa Klasman disse...

Tem um selo pra você lá no meu blog. Espalhe sorrisos e compartilhe essa idéia.
Beijo grande, :*
Raíssa

Ps: Link da postagem: http://smileonly-now.blogspot.com/2011/08/vem-participar-dessa-campanha.html