terça-feira, 13 de setembro de 2011

Dessa saudade

Ao som de All Star - Nando Reis

Estranho seria se eu não me apaixonasse por você.

Mania minha de ouvir música sorrindo, e quase sem saber eu te culpo por isso. Fico assim, embalada pela melodia mansa do Nando Reis. Melodia essa que me faz lembrar aquele tempo onde as mãos se encontravam todos os dias. Mãos conhecedoras dos mesmos caminhos. Nessa simplicidade toda, desse jeito despreocupado, porque o mundo ainda corria devagar só para nos observar em silêncio. Pode até parecer pretensão dessa minha parte, mas não é, e você sabe. Para nós o mundo sempre parou, e ainda para, não é? Quando juntamos os passos com laço apertado nas mãos.

E hoje senti vontade de falar desses laços, e dessa saudade descompassada que vem se empreitando em meus cantos. E agora, sem culpas ou desculpas deixo que esse sentir areje a alma nesse fim de dia, e deixe também esse cheiro de flor ficar, porque a Primavera se instalou em meu peito, disse que vai morar. Trouxe também o seu cheiro, e é bem verdade que esse já está em todo o lugar. Desde sempre...

E quem entende de saudade sabe bem decifrar essas palavras quase jogadas por aqui, Nando Reis sabe bem o que é, porque em seu canto vejo ela firmada em cada nota entoada. E eu a sinto nessa dor fina desatinada dentro de algum lugar aqui, ou em todo o lugar de mim. É saudade, não tem explicação melhor.
Mas deixa eu te contar que paciência nunca foi o meu forte, mas por você a eternidade se encurta se for pra te esperar em uma esquina de tempo. Fico lá parada, coração na boca, mãos inquietas e olhos atinos. Se for por você nem me importo, espero de sorriso aberto por saber que o abraço a me apertar será o seu; que as cores a me pintar serão as suas. E embora essa falta de você me inquiete, eu tento soar poesia, porque de que adianta o desespero na espera, se assim ela não finda? Por isso me consolo, te ligo, me declaro, suspiro, e espero, porque por você finjo que nenhuma espera é longa. Por você toda espera é válida, dolorida - confesso -, mas válida. 



Espero que o tempo passe
Espero que a semana acabe
Pra que eu possa te ver de novo

13 comentários:

J. Ríos disse...

Canções sempre nos remetem a algum tempo, a alguém especial...E esta sua é perfeita para inspiração!Lindo texto, linda saudade!

Abraços

psrecuerdame.blogspot.com

Mero Esmero disse...

Belas palavras - com muita propriedade - propriedade de quem escreve, cria metáforas e, pela escrita, mais que proclama palavras... as sente com intensidade e verdade as quais não habitam o lugar comum e sim... transitam exatamente na entrelinha, no entrelugar da espera... embora dolorida, válida!

Fraterno Abraço!
Beijo terno!

Alessandro Eloy Braga disse...

Bela Maiara,

a saudade é um dos sentimentos mais complexos que temos, acho eu. Um sentimento paradoxal por natureza... que é dor pela ausência, mas extrema alegria e prazer da paixão por ser também desejo e presença no pensamento e no coração. Seja por um amigo ou por um amor, a saudade é algo que necessitamos sentir para também nos sentirmos vivos, nos sentirmos capazes de amar, para sermos pessoas um pouco melhores.

Que prazer foi ler sua leitura da canção do Nando Reis, de quem gosto muito também. Acho mesmo que nossa crítica musical no Brasil, se é que existe alguma crítica musical no Brasil, como também pensa o próprio Nando Reis, não chega nem perto da sua sensibilidade para falar da emoção, das palavras e do conteúdo presente em uma canção. Falta também sua sensibilidade mesmo entre os ouvintes, porque se tivessem sua capacidade sensível, o mundo seria um lugar um pouco melhor.

Obrigado pela canção e por sua leitura e por suas palavras e por tudo mais que você é de bela.

abraço amigo e obrigado por me acolher, tá?!

. Nadine disse...

"A saudade é um dos sentimentos mais urgentes que existe."
Que perfeição de texto Maiara, como todos os outros. E que se saudade de aparecer por aqui. Peço desculpas até pela ausência. Beijo! :*

Laura K. disse...

E quanto mais se convive, maior é a saudade.

Luna Sanchez disse...

Chegar a essa conclusão pode ser reconfortante ou enlouquecedor, depende do estado de espírito no momento.

=*

Ana Luiza Cabral disse...

Realmente nenhuma espera é longa, quando se têm saudade verdadeira. Algo da alma. Gostei muito, estou a seguir-te. Um Beijo!

Nayara disse...

Saudade, falar dela causa mais saudade ainda, mas como evitar se ela sempre está presente? Inevitável.
Adoro essa música do Nando Reis, faz-me lembrar de bons momentos.
Nem sei ao certo o que falar sobre seu texto, falar de saudade, de amor, causa-me dor, e a espera válida, pra mim infelizmente já não existe.
Lindo o texto.

ϟ Cynthia Brito disse...

Mayara,
que belo!

*Eu sempre adoro vir aqui e ler o que tu escreves! É tão doce, tão meigo e me satisfaz!

Beijos.

Suzi disse...

um amor distante? bom, o pouco que sei sobre saudade...é, que quanto mais você a sente, mais ela te corroe por dentro

Jaynne Santos disse...

Mai, também viajo ao escutar Nando Reis... As músicas dele são capazes de nos transportar para uma dimensão só nossa e nela escolhemos o que nos faz feliz, o que nos completa...
Suas palavras corresponderam perfeitamente a melodia encantadora de Nando Reis. Como sempre me levando por viés novos, por mundos encantados.

Saudade... Coisa doida, coisa sem sentido, simplesmente porque é coisa de quem ama!

Beijos!

Itauanne disse...

seguindo vc me segui tbm http://intensamenteamor.blogspot.com/ bjuss

Jhenyffer Andrade disse...

Essa saudade é linda. porque é uma saudade que um dia vai ser aniquilada. a espera será compensada. essa espera sim, compensa. o difícil é quando temos que esperar sozinhos.

Amei. Abraços.