quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Desse querer


 Hoje eu só quero me afundar nas melodias do Camelo. Sem muitos rodeios quero descrever o vôo libertador da ave solitária que logo arruma um par. Porque ninguém quer viver só de solidão. E quem entende a profundeza é quem já esteve lá.

Hoje eu só quero descansar, sem ocultar nada entre essas linhas tortas. Quero só a simplicidade daquele sorriso despreocupado, que vem acompanhado da luz que faz o rosto brilhar. Quero pouco, nada demais; quero muito, encanto a mais.
Mas agora um suspiro tranquilo me basta; um colorido vivo me acalma, porque me faz lembrar a vida que abriga o viver. E disso eu não quero nunca esquecer; nunca esquecer desse querer.

12 comentários:

Mero Esmero disse...

Tens o dom de cativar seus leitores desde a primeira linha, até a última entrelinha de seus escritos. Você disserta sobre assuntos existencialitas tirando-lhes o peso, dando-lhes traços universais e, claro, intimamente pessoais... fato esse a fazer de sua literatura algo único com a capacidade de fazer os que leem adentrarem seu universo de prosa de forma surpreendentemente e singular.

Fraterno Abraço e beijo terno.

Ps. Escolheste uma bela trilha sonora como companhia. Marcelo Camelo já é uma grata realidade no cenário musical brasileiro.

Jaya Magalhães disse...

Da última vez que apareci, não sei, mas acho que as coisas não estavam no mesmo tom desse texto atual. Já faz tanto tempo. E o tempo muda. O que, na verdade, não tem nunca que ser uma coisa ruim.

E no seu caso, Maiara, impossível é não melhorar. Queria poder acompanhar sua escrita sempre. Você tem essa capacidade de me fazer entrar nas suas letras e ficar ali, observando uma por uma, até que alguém me chame pra sair dali.

Suspira. Vive. E não se esqueça de nunca esquecer o bom. O que faz bem.

"Vai ver é só saudar o sol."

Beijoca.

Jaynne Santos disse...

E é justamente essa simplicidade que tudo diz, tudo acalma, tudo revela. É no âmago dessa simplicidade que o Amor vive e sobrevive. Coisas complexas as vezes não nos bastam, não nos confortam, é pouca razão pra muita alma.
São nos gestos, palavras, nas paisagens simples que nos encontramos como pessoas. É na simplicidade que nos descobrimos gente capaz de amar, de sonhar, de realizar. Porque tanto o amor como os sonhos são coisas simples, mas nós, como humanos insaciáveis e complexos por vezes, acabamos complicando-os.

Beijos e volto.

Bell Souza disse...

e que seja tudo só simplicidade... Um beijo

αmαndα cristinα ツ disse...

Indiquei três memes para você responder!
Se puder (e quiser) o link é este: http://migre.me/5EsAS

Beijinhos, :*
www.primeiro-livro.com

Luna Sanchez disse...

Solidão acompanhada pra mim, por favor!

Um beijo.

Alessandro Eloy Braga disse...

Maiara,

vim pela primeira vez, por indicação de um amigo imenso que tenho, uma amigo que é um andarilho das sombras e da poesia. Aqui encontrei Marcelo Carmelo lido e relido com bela sensibilidade que vem de você. Versos de canções que dizem tanto para você é já disseram e ainda dizem muito também para mim.

Não vim aqui para dar "Despedida". Vim para dizer "olá" e agora sei que também será para voltar inúmeras outras vezes para ler na Bahia sobre uma beleza da vida que não se encontra em qualquer lugar.

Fiquemos com o Marcelo Camelo... fico também agora com você, "filha do sol poente quanto teima em passear" e que "desce de sal nos olhos doente da falta que sente do mar".

Maiara, "trago nestes pés o vento", neles vim até aqui e acho que quero ficar.

Obrigado pelas palavras e pela sensibilidade. Um abraço deste seu mais novo leitor.

ThayShafer disse...

Eu amei o seu blog *--*
o template é LINDO e gostei doos seus textos, achei eles simplesmente incrível, já estou te seguindo *--* me segue também ? ♥

http://thayshafer.blogspot.com/

--
Quer um lugar onde possa divulgar o seu blog ?
então junte-se a nós em nossa comunidade de Perfis de Divulgação de Blogs ♥

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=114529010

Jhenyffer Andrade disse...

'um suspiro tranquilo me basta' . eis que na maioria das vezes o que precisamos é somente de silêncio, de um tempo, nessa vida tão corrida que temos.
Gostei. Abraços.

Jhenyffer Andrade disse...

'um suspiro tranquilo me basta' . eis que na maioria das vezes o que precisamos é somente de silêncio, de um tempo, nessa vida tão corrida que temos.
Gostei. Abraços.

Minne disse...

Tranborda de tanta doçura, é lindo de se ler, feito melodia mesmo, encanta os olhos e aquece o coração. Lindo, é o que eu tenho a dizer. É essa simplicidade que cativa e faz florecer, põe sorriso na cara e, de certa forma, ensina a viver. Sou cheia também desse querer, e quero guardá-los comigo, também quero vê-los crescer.

Laura K. disse...

Por vezes o coração parece ter pressa...